Dieta ajuda a combater a TPM (tensão pré-menstrual)

Tensão pré-menstrual ou TPM é um tema que interessa não só às mulheres mas, em especial, aos homens. Afinal, quem não tem uma irmã, namorada ou mulher que não fica completamente alterada uma vez por mês? Assim, para ajudar você a entender melhor as mulheres e a sobreviver a esse período, esclarecerei algumas questões sobre o assunto.

A TPM se caracteriza por um conjunto de sintomas que se manifestam um pouco antes da menstruação e desaparece com ela. As alterações mais comuns são: irritabilidade, dor nas mamas, agressividade, dor de cabeça, retenção de líquidos, cansaço, crises de ansiedade e vontade de chorar sem motivo.

Esses sinais ocorrem porque há uma flutuação das concentrações de serotonina, cálcio, magnésio e vitamina B6. Além disso, há uma importante variação dos hormônios sexuais femininos no decorrer do ciclo menstrual. Portanto, em cada dia do mês, a mulher tem uma concentração de hormônios diferente da do dia anterior e diferente da do dia seguinte, o que gera uma grande oscilação de humor.

Por isso, os homens dizem que as mulheres são tão difíceis de se entender.

Estudos relatam que a TPM é mais freqüente após os 30 / 40 anos de idade. Antes dessa idade, os principais sintomas são físicos, como dor de cabeça e cólica.

Uma alimentação adequada e a pratica de atividade física podem minimizar em até 60% esses sintomas.

DICAS: 

É comum a mulher sentir vontade de comer doces no período pré-menstrual. Isto ocorre, pois o açúcar libera endorfina, gerando uma  sensação de bem-estar. No entanto, o açúcar facilita a retenção de líquido. Além disso, os doces são muito calóricos, o que muitas vezes, promove o ganho de peso. Assim, a melhor opção é substituí-los por um alimento de sabor doce, mas que não contenha açúcar.

 Como aliviar os sintomas da TPM

  1. Reduza a ingestão de cafeína. A cafeína, contida no café e chás escuros, nos chocolates e em muitos refrigerantes, aumenta a ansiedade e a instabilidade emocional.
  2. Diminua o consumo de bebidas alcoólicas, que normalmente provocam dores de cabeça, fadiga e depressão.
  3. Controle o sal e os alimentos ricos em sódio, como enlatados, embutidos, refrigerantes, temperos prontos e caldos de carne. Isso reduz o inchaço causado pela retenção de líquido pelo corpo
  4. Aumente a ingestão de alimentos ricos em cálcio (leite desnatado, queijos e iogurtes). Isso vai ajudar a reduzir o inchaço e a variação de humor.
  5. Consuma alimentos diuréticos que ajudam a diminuir a retenção de líquidos, como por exemplo, abacaxi e melancia.

Quem escreve é Laura Sampaio Quaresma, Nutricionista do Equilibra Centro de Nutrição
Tek # (21) 2484 7228 http://www.portalequilibra.com.br

 

    
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.