Qual o melhor tratamento para estrias?

Image

As estrias correspondem às indesejáveis marquinhas que surgem na pele quando ocorre estiramento excessivo da pele. As fibras elásticas não “resistem” à tanta distensão e se rompem. São comuns na gestação (seios, laterais dos quadris e abdome inferior); no seios, após colocação de prótese de silicone e com as oscilações de peso (o chamado “efeito sanfona”).

O ideal é tratar as estrias logo após o seu surgimento (podem ser tratadas por métodos físicos como aplicação de laser ou luz no período de amamentação, por exemplo), quando a resposta ao tratamento é melhor. Especialmente quando as estrias estão avermelhadas. Estrias antigas são sempre mais difíceis…

A área deve ser tratada em casa com formulações de ácidos, normalmente mais concentrados, a serem aplicados nos locais afetados. O tratamento no consultório envolve a aplicação do Laser de CO2 fracionado, peelíng químicos associados à dermoabrasão, luz intensa pulsada e o Nd-Yag quando há vasos dilatados associados. Em todos os casos, a exposição solar deve ser evitada.

Durante a gestação ou antes da colocação da prótese de silicone, a pele deve ser tratada no período pré-distensão. Prevenir é melhor do que remediar.

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.