Cabelos e sol: você protege seus cabelos da radiação ultravioleta?

Por Dra Daniela Antelo

Já sabemos que as radiações ultravioleta A e B estão relacionadas ao surgimento de manchas, envelhecimento da pele, poros dilatados, dilatação de vasos capilares, aparecimento de lesões pré-cancerosas e câncer da pele. Daí a necessidade do uso de fotoprotetor diariamente e em caso de exposição solar intencional.

Estudos recentes demonstram que os cabelos também sofrem os efeitos da radiação, assim como a pele.

Descobriu-se que existem diferenças genéticas na composição do fios das diferentes raças. Os fios de cabelos asiáticos possuem uma camada externa de moléculas lipídicas (gordurosas) que os tornam mais resistentes às agressões do dia-a-dia como o uso de secador, ação do vento, ato de pentear e efeito da radiação solar. O fio mais sensível à estes traumas do dia-a-dia é o do cabelo afro, que sofre maior dano da cutícula. O cabelo asiático é também mais resistente que o cabelo do europeu.

A radiação ultravioleta leva à lesão cuticular (lesão da camada mais externa do fio) e isto ocorre em todos os tipos de cabelos, independente da raça.
Além da lesão cuticular, a radiação UV gera ressecamento, enfraquecimento, mudança da coloração e quebra do fio (resultado da foto-oxidação).
Para evitar estes efeitos, é importante utilizar um produto que hidrate os fios e que contenha protetor solar, especialmente nas situações de maior exposição ao sol.

 

http://www.dreamstime.com/-image7556126

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.